A Nike continua na saga de empoderar as mulheres e mostrar que as barreiras estão aqui para serem quebradas por todos.

O novo comercial “Dream Crazy” traça em 1 minuto e 30 segundos um paralelo entre o tratamento recebido por mulheres que ousam ultrapassar as fronteiras impostas em uma sociedade historicamente machista e a trajetória feminina no universo esportivo.

nike-women-dream-crazy-ad-lead

Em uma declaração, a VP de Nike Women, Rosemary St. Clair, relembra alguns momentos fundamentais em que a marca direcionou forças para ampliar a presença feminina nesse universo. “Em 1999, queríamos garantir que as atletas se tornassem heroínas para as garotas jovens […] por isso trabalhamos duro para incentivar os pais a levarem suas filhas para os jogos. Honestamente, não tínhamos certeza de que iria funcionar.”

20 anos depois, estamos acompanhando o impacto da representatividade e da audácia de atletas que superaram não apenas um resultado ou uma adversária, mas todo peso extra do comportamento de uma sociedade que não estava preparada para vê-las emergir.

Just-Do-It-2018-Nike-News_native_1000

No comercial, narrado por Serena Williams e apresentado no Oscar 2019, mulheres extraordinárias aparecem em ação, entre elas a paralímpica Sarah Reinertsen, a primeira triatleta  a finalizar o Ironman Mundial com uma prótese em uma das pernas, e Caster Semenya, a corredora sul-africana que enfrenta uma batalha com a Associação Internacional das Federações de Atletismo por ter seus níveis de testosterona naturalmente elevados.

A própria Serena Williams, vencedora de 23 Grand Slams, que enfrentou todo tipo de julgamento ao decidir voltar às quadras após dar a luz à sua primeira filha, aparece em vários momentos importantes de sua carreira.

Ao lados delas, também vemos mulheres praticando diversas modalidades sem ares de performance. A mistura de práticas cotidianas com tomadas competitivas se misturam em um oásis de inspiração, feito por guerreiras de todas as esferas, reforçando uma certeza que todas nós e a marca também já tem: “Nós vemos habilidade sobre-humana não só em atletas de elite, mas nos esforços das nossas semelhantes”, afirmou Rosemary.

 

instagram @daluciana

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: